1 semana morando sozinha

Já tem um tempo que tenho sentido vontade-necessidade de morar só eu e Manuella. Mas como as coisas não estão  fáceis (lê-se crise), isso ainda vai demorar um pouco pra acontecer. Só que essa semana tivemos um preview de como isso seria.

Minha mãe operou, meu pai ficou no hospital com ela e a casa ficou só pra gente. Manuella e eu. Eu e Manuella. Eu por ela.

Aí eu vi, bem mais ou menos, como seria.

Morar com os pais é muito cômodo. Óbvio que sem contar a parte financeira e etc, mas analisando só rotina e criação. Se eu preciso tomar um banho demorado, sempre tem alguém por perto pra vigiar Manuella; se eu preciso sair; se eu quero um momento de paz; se eu não quero cozinhar; se eu estou com preguiça. Até pra brincar tem sempre alguém então eu posso relaxar e acabo não me dedicando como deveria. Acabo não me dedicando como deveria. Esse é o ponto. Aí muita gente me diz “mas é só você assumir tudo, todas as responsabilidades”. Sim, é só. Mas não é fácil desapegar do habitual. Se você mora com alguém que sempre cozinha, pra quê você precisa cozinhar?  Mais ou menos assim. E em relação a Manuella, ela não é boba, Ela sabe como ganhar o melhor pra ela. Se ela não quer dormir, sempre tem pra onde fugir. Sempre tem uma opção 2. Se eu brigo e ela quer se esquivar, sempre tem um colo pra se abrigar.

Nessa 1 semana que ficamos sozinhas, mantemos a rotina quase normal. Ela foi todos os dias para a casa do pai e quando eu chegava do trabalho, ela vinha. Quando ela chegava, brincávamos, só eu e ela, sem interferências, distrações, plateia, e vínhamos dormir. Se ela quisesse fugir, ia pra onde? Ficar sozinha na sala? Na hora do banho ou de cozinhar com ela perto, se eu não me adaptasse, não teria outra opção. Éramos nós por nós. Ficamos mais próximas, eu me senti mais próxima. Me senti mais presente e mais mãe. E mais forte também. Capaz. Gostei! E fiquei pensando como é de fato ser mãe solteira. Eu posso ser solteira, mas descobri que mãe solteira Eu não sou não. Não na prática. Não por enquanto. Porque sempre tenho um batalhão me ajudando, me assistindo, me amparando. Mãe solteira de verdade é aquela que se vira nos trinta pra sair ,voltar, lavar roupa, trocar fralda, lavar louça, tomar banho, dar banho, tudo com a criança perto, clamando atenção, sem alguém pra “dar uma olhadinha” entre uma tarefa e outra. Além de ser difícil, bem difícil, não ter ninguém pra dividir o dia-a-dia, pra tornar a criação mais leve. A exaustão, a impaciência, o auto-controle são únicos e exclusivos. Pelo menos naquele momento. Guerreiras de verdade! [Todo o trecho quando digo “mães-solteiras” também se refere a pais-solteiros, que passam da mesma forma pelos “imprevistos” citados]

E agora nesse feriado, eu continuei na experiência mãe-dona de casa. Como minha mãe já está em casa se recuperando da cirurgia, coube a mim a função de cuidar dela, pelo menos no feriado. Cuidar de quem sempre cuidou de mim. Nada mais justo. E toda hora ela me fala “agora você está vendo o que eu passo”. Porque uma coisa é você sair de manhã e voltar a noite, encontrar a casa vazia e arrumadas do jeito que você deixou, como foi na semana em que ela estava no hospital. Outra, completamente diferente, é você administrar uma casa em movimento. Cozinhar, lavar, arrumar. Cozinhar, lavar, arrumar. É um ciclo sem fim. É desgastante demais e sacal. Como minha mãe não está podendo fazer nada, nada mesmo, todas as funções são minhas. E eu estou destruída porque fiz isso 3 dias! Coitada! Meus parabéns a todas as donas de casa, porque como minha mãe diz, é o trabalho invisível que mais cansa.

Mas ainda assim, está sendo um aprendizado incrível, um passo dado. Rezo que seja só um teste, um preview, um primeiro passo pros muitos outros de independência como mãe-donadecasa-mãe solteira que estão por vir!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s